<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d15488631\x26blogName\x3dPortagemBlog+-+A+ponte+entre+o+passad...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://portagemblog.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://portagemblog.blogspot.com/\x26vt\x3d5720869566317118064', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

 

MARVÃO ROCKFEST 2007 - Há uma semana foi assim:

Dapunksportif

BunnyRanch

The Doll and The Puppets


The Poppers - Soundcheck

Nigga Poison

Fotografia: Pedro Sobreiro

 
 

As 7 Maravilhas da Blogosfera

Circula na Internet uma iniciativa que pretende dar a conhecer aquelas que, para os bloggers, são consideradas as “7 Maravilhas da Blogosfera”. O PortagemBlog escolheu os seguintes:

Monsaraz

 
 

Terminou mais uma edição do Marvão RockFest


Decorreu no último fim-de-semana a segunda edição do Marvão RockFest. Durante dois dias, o Anfiteatro do Centro de Lazer da Portagem recebeu alguns dos mais sonantes nomes da música rock portuguesa. Nesta edição a organização, com mais um ano de experiência, deu sinais de querer criar um festival de referência a nível nacional, trazendo a este concelho nomes como Dapunksportif, The Poppers ou Nigga Poison.

As entradas foram pagas, medida que, segundo declarações de Pedro Sobreiro, vereador da cultura e desporto do município de Marvão, à Rádio Portalegre, “é para manter” nas próximas edições, pois “é preciso que as pessoas tenham consciência que é importante pagar para se entrar nos eventos”.

Pela primeira vez, também o Moto Clube de Marvão se juntou à Câmara, na organização e promoção do festival, trazendo no sábado motards de vários pontos do país à Portagem, no seguimento do seu sétimo encontro motard.

No final do festival, Pedro Sobreiro referiu que “há vários balanços a fazer”: em termos de espectáculo o festival foi excelente, bem como em termos de organização e colaboração de todos os intervenientes, “o que faltou foi público”, facto que pode ser diferente com uma eventual alteração na data em que o festival se realiza. Ainda assim, esta edição do Marvão RockFest tem um desfecho positivo e mostrou algum crescimento em relação ao ano passado.


O festival:
Dia 1

O Marvão RockFest 2007 abriu com um grupo de Portalegre, os Magnetic Roll’Bar. Formados há poucos meses, os três elementos que constituem a banda entraram em palco, ainda com o recinto pouco recheado de público. Contudo, à medida que a actuação avançava as pessoas começaram a projectar o que seriam os restantes momentos musicais.

Ainda sem conseguir atingir o pico de assistência desta sexta-feira, os My Tie fizeram uma excelente actuação, mostrando que, apesar de não serem cabeça-de-cartaz, podiam dar cartas aos grupos que se designavam como tal. Dando o som mais calmo das quatro formações, esta foi uma grande abertura para o fantástico espectáculo que se seguia.

Os Dapunksportif fizeram aquela que foi considerada por muitos como a melhor actuação da noite, fazendo vibrar o público que, a esta hora, se aproximou das setecentas pessoas. Quem não os conhecia, ficou a conhecer guardando, certamente, um bom registo deste promissor grupo.

A noite acabou com BunnyRanch, que vieram dar continuidade àquilo que tinha sido a actuação dos Dapunksportif. Grande qualidade sonora e uma boa disposição em palco… nada que não se esperasse de início.


Dia 2

Noite que se esperava de festa com uma grande expectativa em torno de números no que toca a público. Depois da sétima concentração motard organizada pelo Moto Clube de Marvão, perspectivava-se uma noite com mais gente que a anterior. Ainda assim, nem tudo correu como o planeado: “Norton”, o grupo oriundo de Castelo Branco, não pôde estar presente, devido a problemas pessoais de um dos elementos.

Com três das bandas em cartaz se começou a festa: The Doll and The Puppets foram os primeiros a entrar em cena com o seu rock cantado em francês e com a sua grande caracterização. Mais uma vez, a primeira formação não teve muita sorte em termos de assistência mas a noite não ficava por ali.

The Poppers mostraram porque são considerados um dos grandes sucessos do panorama rock português, trazendo à Portagem um som absolutamente brilhante. A interacção com as pessoas foi muito boa e até deu para o vocalista dar uma pequena volta pelo meio do público que se aglomerava nas bancadas do Anfiteatro.

Aquela que pareceu a melhor actuação da noite, a avaliar pela participação das pessoas que se juntaram em frente ao palco, foi desenhada por Nigga Poison. Acompanhados pelo DJ Mascarilha, Nigga Poison deram um cheirinho de Hip-Hop ao festival que terminou da melhor maneira.

No próximo ano há mais, com algumas novidades e com mais público, esperamos.

 
 

MARVÃO ROCKFEST 2007 - Dia 2


Depois de uma boa primeira noite de RockFest já se começa a pensar no que se seguirá. Hoje, outros quatro grupos estarão no Centro de Lazer da Portagem para deliciar os visitantes do festival com o seu som.


THE DOLL AND THE PUPPETS

“A ideia de criar este projecto musical nasceu em 2005, quando dois elementos de uma banda de hardcore chamada Dementia decidiram fazer algo diferente. Ao núcleo duro juntou-se Laura (vocalista) que já tinha alguma experiência numa banda de pop rock francesa. A entrada de Passos (baterista) veio modificar a ideia original, tomando o som mais cru, e iniciando assim um novo projecto que iria pôr de parte o toque electrónico e dedicar-se a um som mais rock. Actuaram pela primeira vez ao vivo a 10 de Junho de 2006, tendo como padrinhos os The Vicious Five.”


NORTON

“Um doas valores mais seguros da música alternativa em Portugal, os vizinhos Norton, chegados de Castelo Branco, actuam pela primeira vez em Marvão. O seu novíssimo álbum Kershe, pleno de belíssimas paisagens sonoras onde guitarras e electrónicas se casam com suaves vocalizações de fundo, tem sido aclamado pela crítica especializada e vai certamente funcionar em pleno na envolvente natural do Centro de Lazer da Portagem.”


THE POPPERS

“A banda portuguesa que surpreendeu a produção nacional de 2006 com o surpreendente “Boys Keep Swinging” é a prova evidente que o bom pop não vem só de terras de Sua Majestade. Criados em 2000, venceram em 2004 o conceituado Festival de Música de Corroios, e gravaram então o primeiro EP, que despertou a atenção de algumas rádios como a Antena 3 e a Radar. Em 2006 rebentam com o novo disco que é alvo de calorosa recepção por parte da imprensa especializada nacional: “eles andam ai: a melhor banda portuguesa a reinventar a cena mod britânica dos anos 60”. Miguel Cadete in Blitz."


NIGGA POISON

"Se enveredarmos pelos bairros das grandes metrópoles onde se encontram os seguidores da cultura urbana, todos os jovens conhecem os Nigga Poison e muitos demonstram-no através de adereços, como casacos, bonés e t-shirts. Formaram-se em 1994, sendo o seu mentor Praga, a quem se juntou Karlon no ido ano de 1994. Editaram o seu primeiro álbum no ano de 2001, denominado “Podia ser mi”. No seu currículo contam já com participações em inúmeros eventos, programas de rádio e televisão. Participaram no “Portugal Hip-Hop Stars 2005”, em 2 conceryos no Mercado da Ribeira e no Festival Santiago Alquimista. Batem com frequência nas rádios nacionais com os seus singles poderosos."


Como sempre as actuações iniciam-se às 22h00, se não comprou bilhete ainda pode fazê-lo no recinto, o preço é de 3 euros.

 
 

MARVÃO ROCKFEST 2007 - Dia 1


Começa hoje a segunda edição do Marvão RockFest. Tal como em 2006, o evento realiza-se no Centro de Lazer da Portagem e conta com a participação de conhecidas bandas do panorama musical do nosso país.

No primeiro dia de festival entrarão em palco os primeiros quatro grupos convidados:


MAGNETIC ROLL’BAR

“O mais recente delírio rock’n’roll da cidade de Portalegre. Nascidos no ano da graça do senhor de 2007, este colectivo composto por veteranos nestas andanças, promete e muito! Da experiência recolhida de anteriores projectos nasceu um punk-rock visceral que pisca o olho ao Psychobily e não vai deixar ninguém indiferente. Ainda sem disco mas com muita garra e diversas actuações em pequenos espaços que têm dado muito que falar, apresentam-se em grande força em Marvão, para que provem o que valem.”


MY TIE

“O som que praticam aquece-nos a alma com as melodias fortes que dão corpo às palavras sentidas em cada música. Referenciam-se facilmente nomes como Coldplay, Radiohead, Bjork ou Deus. Lançaram o primeiro álbum “The Prize” com recursos próprios através do Blitz. Vários temas do álbum foram incluídos em bandas sonoras de telenovelas como “You’re alright to the world” nos Morangos com Açúcar (TVI) e “The Entrance” na New Wave (SIC). O tema “Escape” está em Playlist na Antena 3.”


DAPUNKSPORTIF

“Rock visceral, musculado e stoner quanto baste, tudo apoiado por uma secção rítmica demolidora, um Groove frenético e riffs sem limites temporais, eis a receita dos DaPunksportif. Aqui fala-se de velocidade, de veículos motorizados, de encontros inesperados, da necessidade de embarcarmos numa viagem sem regresso marcado, de vivermos cada dia das nossas vidas como se fosse o último. Recentemente tivemos ocasião de os ver incendiar o Palco “Quinta dos Portugueses” no Festival Super Bock – Ruper Rock. Agora é a vez da Portagem.”


BUNNYRANCH

“A mais demolidora máquina nacional de puro rock‘n’roll aterra na Portagem para arrasar. Depois de roubarem o nome de um bordel do Nevada, os Bunnyranch editam o EP “To Flop To Boogie”, ao qual se segue do CD “Trying To Lose”. Estrearam há pouco o brilhante “Luna Dance” com um pedal capaz de dar vida aos mortos. Kaló e sus muchachos não deixam ninguém indiferente às suas incendiárias actuações dignas de registo para a posteridade. Para lá das fronteiras, desmultiplicadamente em tournées por terras de Espanha, Ingleterra, França e Holanda.”


As actuações estão agendadas para as 22h00, as entradas são de 3 euros só para ente dia ou 5 euros para assistir ao festival durante os dois dias.